Rua Itália, 878 - Erechim, RS

SANTA MÔNICA

 

Você já ouviu falar no Glaucoma? Glaucoma é uma doença que atinge diretamente a visão, é considerada a maior causa de cegueira irreversível no mundo, atingindo cerca de 4 milhões de pessoas.

 

Só no Brasil, são mais de 900 mil pessoas portadores desta doença silenciosa, que em 80% dos casos não causa dor ou incômodo no estágio inicial. As principais causas do Glaucoma podem ser genéticas, por isso, se o paciente já tem casos na família ou está sentindo uma leve perda no campo de visão, é necessário procurar um especialista para um diagnóstico mais preciso.

 

Quais são os sintomas?
Aproximadamente 80% dos portadores de glaucoma em sua forma crónica não apresentam sintomas. Vão evoluindo lentamente para a perda da visão. No início da doença a visão é normal. Posteriormente há redução gradual do campo visual. Nessa fase da doença o portador de glaucoma pode se envolver em maior número de acidentes domésticos ou profissionais. Alguns raros pacientes poderão ter sintomas oculares não bem definidos, como dor nos olhos ou ao redor deles e alterações da visão. Quando o aumento da pressão intraocular é muito grande como ocorre nos glaucomas de forma aguda, há vários sintomas:
O paciente pode apresentar intensa dor nos olhos ou dor de cabeça, visualizar um halo (círculo colorido) ao redor das luzes, redução da visão, náuseas e vômitos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como é o tratamento?
O tratamento inicial é feito com uso de medicamentos. Quando não há controle adequado da doença, pode-se lançar mão da cirurgia. Os medicamentos mais empregados são os colírios, e há vários tipos no mercado, todos com o objetivo de diminuir a pressão intraocular. Alguns atuam diminuindo a produção de humor aquoso, outros facilitando a drenagem; outros ainda fazem ambas as funções.
Os colírios, assim como qualquer medicamento, não são isentos de efeitos colaterais. Se você sentir algum desconforto, fale com seu médico e nunca interrompa o tratamento por conta própria.

Qual é a causa?
A causa é desconhecida, mas o que se sabe é que o humor aquoso, um líquido que circula dentro do olho e nutre suas estruturas, tem seu escoamento dificultado, acumulando-se dentro do olho, aumentando a pressão em seu interior, e pressionando o nervo óptico, causando sua atrofia e perda progressiva da visão.

 

O Centro Hospitalar Santa Mônica, dispõe de atendimento médico oftalmológico, com o Dr. André Agnoletto e equipe, especialistas em Glaucoma, além de Óculos, Lentes de Contato, Cirurgia de Catarata, Retina, entre outros.