Catarata é tema de palestra na Faculdade da Experiência

Encarar a catarata como algo natural, sem pensar no diagnóstico como sinônimo de doença ou de cirurgia. Esta foi a principal mensagem que o oftalmologista, especialista em catarata e glaucoma, André Agnoletto, deixou às integrantes da Faculdade da Experiência na última sexta-feira (5). A convite da ex-aluna do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco (IABRB), Alba Albarello, o médico esclareceu que a cirurgia só é indicada se a visão estiver sendo prejudicada pela catarata. “O intuito do procedimento é melhorar a visão. Após o diagnóstico, sempre dialogamos não só com o paciente, mas também com algum familiar para explicar sobre a cirurgia, se ela for necessária”, explicou o oftalmologista.

O fato de os maiores índices de operação estarem entre a população idosa, motivou esclarecimentos do oftalmologista sobre a forma como a cirurgia é realizada e também os cuidados necessários no pós-operatório. “É uma cirurgia muito moderna e rápida. O paciente recebe alta hospitalar no mesmo dia e, na maioria das vezes, no primeiro ou segundo dia após o procedimento já está enxergando bem”, esclareceu Agnoletto.

O ano em que a escola celebra 90 anos, foi escolhido pela ex-aluna e ex-funcionária Alba Albarello como momento de discutir questões importantes relativas à saúde dos idosos. Em abril, a ex-aluna convidou o reumatologista Renato Smith Davoli para abordar esta que também é uma doença comum na terceira idade. “Como parte da história do Barão, quero deixar a minha contribuição com a visita de profissionais que falem também de labirintite e surdez”, enfatiza Alba.

Matéria Retirada da Fanpage do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco.

Dr. André Andre Hermes Agnoletto, é Médico Oftalmologista que integra o Corpo Clínico do Hospital Santa Mônica.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *