Telemedicina avança com pandemia e médico de Erechim já atende pacientes de outros estados

Especialista do Centro Hospitalar Santa Mônica destaca que ferramenta otimiza tempo, além de oferecer recursos que aumentam segurança e assertividade das condutas médicas.

A pandemia de COVID-19 tem provocado inúmeras mudanças no dia a dia da população, que influenciaram diretamente seu comportamento de consumo e acesso a serviços. Com isso, a tecnologia avançou, suprindo novas necessidades e acelerando processos.
Assim aconteceu com a Saúde, primeiro setor diretamente afetado pela crise que encontrou na telemedicina a saída para preservar a segurança dos pacientes e profissionais, mantendo os atendimentos em especialidades médicas.
O recurso, aprovado emergencialmente no Brasil para suprir a demanda com o avanço do novo Coronavírus, permite a realização de consultas online de maneira simples e prática.
Segundo o médico urologista Henrique Nonemacher, isso já é possível no Alto Uruguai Gaúcho. Ele implantou o serviço com pioneirismo no Centro Hospitalar Santa Mônica e vem trabalhando inclusive com assinatura digital, emitindo receita com reconhecimento em qualquer ponto do país.
A ferramenta é de fácil utilização. O aplicativo é muito intuitivo e se assemelha à videoconferência do WhatsApp, permitindo que pessoas de qualquer idade tenham acesso facilmente através do seu celular”, explica.
O especialista destaca que o serviço surgiu para auxiliar os médicos no atendimento aos pacientes que, devido ao COVID-19, necessitam fazer o isolamento.

Matéria Retirada do Jornal AU Online, 13/05/2020.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *